Os benefícios da juventude: as incríveis virtudes deste método

Para desintoxicar o seu corpo, podem ser utilizados vários métodos, incluindo o jejum. O jejum, há muito apreciado pelas suas virtudes terapêuticas e dietéticas, consiste em seguir uma dieta durante vários dias a fim de purificar a pele ou melhorar o bem-estar. O jejum tem também benefícios interessantes para a saúde, desde que todas as suas condições sejam respeitadas. Mas quais são os benefícios do jejum? Quais são os benefícios do jejum? Constitui um perigo para o corpo e para a saúde? Vamos ver isto em pormenor.

O que é o jejum?

O jejum é um método muito antigo que data de há mais de 2500 anos, mas os seus benefícios eram conhecidos anos mais tarde: em 1960, os cientistas começaram a interessar-se por ele. O jejum consiste em privar-se (voluntariamente ou não) de todos os alimentos sólidos e líquidos (excepto a água) durante um determinado período de tempo. O seu objectivo? Para desintoxicar, descansar e regenerar o corpo.

O jejum é, portanto, um método interessante para eliminar toxinas e gorduras nocivas presentes no organismo. Esta prática também tem outras virtudes, mas quais são os benefícios do jejum?

É bom saber: existem dois tipos de jejum: completo e parcial. Para a primeira, só é permitida a utilização de água e o repouso deve ser completo. O jejum parcial baseia-se em dietas restritas que incluem sumos de frutas e legumes, caldos, infusões…

Os benefícios da juventude: quais são eles?

O jejum tem virtudes dietéticas e terapêuticas. Aqui estão todos os benefícios do jejum em detalhe.

Jejum para desintoxicar o seu corpo

O jejum é uma verdadeira cura de desintoxicação! Na verdade, este método é interessante para purificar o seu organismo e eliminar todos os resíduos e toxinas presentes no seu interior. Uma vez tudo eliminado, o seu corpo irá reequilibrar-se e o seu funcionamento será ainda melhor!

Jejum para descansar o seu sistema digestivo

Embora uma dieta equilibrada seja essencial, para algumas pessoas é muitas vezes difícil adoptá-la. Como resultado destes maus hábitos alimentares, o sistema digestivo é danificado e, por vezes, pode sentir-se inchaço, náuseas ou fadiga. Ao jejuar, você será capaz de remediar este tipo de desconforto e sentir-se melhor no seu corpo.

LEIA  Sexo e Perda de Peso: A Dieta Malandra

Com um jejum, o seu sistema digestivo estará em repouso e os órgãos também poderão sentir os efeitos da privação alimentar.

Com efeito, o fígado também se encontrará em estado de repouso e a sua purificação e desintoxicação serão mais simples. O seu pâncreas também estará em melhor forma. Além disso, devido a uma dieta pobre, este órgão funciona mais, mas graças ao jejum, irá limitar a produção de insulina, responsável por certas inflamações.

Se tem problemas de estômago, o jejum também pode ajudar!

O jejum permite-lhe, portanto, “colocar o seu sistema digestivo em férias”, uma vez que é frequentemente abusado por uma dieta pobre. Com o jejum, as paredes do intestino e do fígado irão regenerar-se, a flora intestinal será reequilibrada e o estômago e o pâncreas ficarão em repouso. O jejum é, portanto, benéfico para todos estes órgãos, mas também para eliminar as más toxinas do seu corpo!

Jejum para perder peso

Se o principal objectivo do jejum é fazer com que se sinta melhor com o seu corpo, este método também é ideal para perder peso. Com efeito, durante um jejum, come-se pouco, o que conduz automaticamente à perda de peso.

Quando se come desequilibrado, ingere-se um certo número de calorias (normalmente muito mais do que o corpo necessita). Este excedente é transformado e armazenado como gordura, especialmente se não se fizer exercício regularmente. Com o jejum, o número de calorias engolidas é zero, o que faz com que o seu corpo recorra a reservas para encontrar a energia necessária ao seu bom funcionamento. Graças a este fenómeno, queima gordura e perde peso automaticamente.

Por outro lado, embora o jejum lhe permita perder peso de forma saudável e rápida, é importante seguir este método a curto prazo. Com efeito, o jejum permitir-lhe-á perder peso num curto período de tempo; em média, três dias. Além disso, o seu corpo irá eliminar menos gordura e começará a perder músculo.

Dica: se quer perder peso a longo prazo, adopte bons hábitos: uma dieta equilibrada e actividade física.

Jejum para combater as doenças cardiovasculares

Entre os outros benefícios do jejum, podemos ver uma melhoria no sistema cardiovascular. Na verdade, como sabem, comer demais não é bom para a saúde e isso pode levar a graves problemas cardíacos. Com o jejum, o seu coração pode, portanto, ser protegido. Mas porque é que jejuar é bom para o coração? Isto deve-se ao seu efeito de limpeza: ao remover toxinas e produtos residuais do seu corpo, o seu sangue ficará “mais limpo”. Com efeito, quando se jejua, os níveis de açúcar e insulina diminuem, bem como os níveis de mau colesterol e triglicéridos, que são responsáveis pelo desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

LEIA  O ágar-ágar corta a fome: uma alga eficaz para reduzir o desejo de comer?

Estas doenças estão também associadas ao excesso de peso. Ao aumentar a perda de peso, o jejum ajuda a prevenir o seu aparecimento e a reduzir o risco de tensão arterial elevada, o que também é mau para o sistema cardíaco.

Jejum a ser apaziguado

Embora o jejum tenha benefícios para o corpo e para o organismo, também afecta o humor.

Ao contrário do que se possa pensar, a privação não o torna agressivo. Isto é surpreendente, mas o jejum leva a um sentimento de serenidade e apaziguamento. Com efeito, após dois ou mesmo três dias de jejum, já não se sente a sensação de fome e entra-se num novo estado: o da serenidade.

Com o jejum, também se promove a produção de hormonas benéficas para o cérebro. É o caso do cortisol, da dopamina, que actua no bom humor, e da serotonina, que proporciona uma sensação de bem-estar.

Jejum para uma pele mais bonita

Os benefícios do jejum não param por aí! Esta prática é também um verdadeiro bem de beleza! É particularmente benéfico para a pele: protege-a, torna-a mais suave, menos oleosa e torna a sua tez mais bonita. Mas como é que o jejum funciona na pele? Na realidade, a sua epiderme é um reflexo da sua dieta; se comer mal, a sua pele sofrerá as consequências: borbulhas, olheiras, impurezas… Ao jejuar, a sua flora intestinal está em repouso e reequilibrada. Como resultado, a produção de sebo diminui, a pele torna-se mais suave e regenera-se.

O jejum também tem um efeito positivo no cabelo: torna-o brilhante e promove o crescimento do cabelo.

O jejum também tem vantagens para os pregos: torna-os mais bonitos e promove o seu crescimento. Isto deve-se à eliminação de toxinas nocivas e à purificação do seu corpo.

As condições para o estabelecimento de um sistema rápido de

Se está interessado nos benefícios do jejum, deve estar ciente de que, para seguir essa prática, devem ser tomadas certas precauções.
Em primeiro lugar, não se deve decidir por capricho, seguindo um jejum. Requer a preparação do seu corpo e da sua mente:

LEIA  Faixa de emagrecimento ou espartilho: ideal para adelgaçar a sua figura?

Fase de diagnóstico: para esta primeira fase, consulte o seu médico para saber se o seu estado de saúde é ou não compatível com um método deste tipo. Antes do jejum será efectuado um exame de saúde e um controlo (pulso, temperatura, tensão arterial…) será efectuado diariamente.
Fase de preparação: reduzir gradualmente as porções de alimentos e adoptar uma dieta vegetariana, se possível. Prepare-se também mentalmente para que esteja num bom estado de espírito para as mudanças que se vão operar.
É bom saber: para mais informações sobre o jejum, consulte os manuais dedicados a este método ou visite um centro especializado.

O seu jejum também deve ser seguido progressivamente, para não apressar o seu corpo. A duração do jejum deve ser estabelecida por um profissional e varia de acordo com o seu objectivo.

No final do jejum, recomece a comer gradualmente: siga uma dieta equilibrada e aumente as porções pouco a pouco para não perturbar o seu estômago.

Contra-indicações ao jejum

O jejum é contra-indicado em pessoas que sofrem de fadiga, problemas cardíacos, doenças renais, deficiências, vícios, diabetes ou distúrbios alimentares. As mulheres grávidas também não devem jejuar.

Se está a fazer tratamento médico, o conselho do seu médico também é importante.

O jejum é um método eficaz para perder peso e/ou sentir-se melhor com o seu corpo. No entanto, apesar dos benefícios do jejum, é importante considerar as contra-indicações e precauções deste método, pois pode ser prejudicial para a sua saúde se não for seguido correctamente. Lembre-se também que o jejum deve durar alguns dias e não mais do que duas vezes por ano. Finalmente, lembre-se de beber água regularmente durante o seu jejum.

Magda SANTOS

Jean-Michel foi jornalista de saúde Medisite durante 6 anos, antes de se juntar à redacção do assediomoral.org em Abril de 2020, como chefe da secção de saúde, psicologia e sexo. Licenciou-se no Centre de Formation et de Perfectionnement des Journalistes (CFPJ).

Assediomoral.org