Quais são os melhores afrodisíacos para as mulheres?

e depois de termos percorrido os melhores afrodisíacos naturais para os homens, estamos agora interessados em afrodisíacos para as mulheres. Enquanto algumas mulheres têm uma libido rica e quase explosiva, outras têm um desejo sexual mais fraco e raramente querem fazer amor. Para manter uma vida íntima gratificante e fortalecer os laços com o seu parceiro, felizmente existem soluções muito eficazes para impulsionar a sua libido. Descubra neste artigo os melhores afrodisíacos naturais, para serem consumidos sem moderação (ou quase).

Ginseng

O Ginseng é um dos mais populares afrodisíacos naturais. Muito fácil de obter (a maioria das farmácias em França vendem-no), vai permitir-lhe aumentar a sua libido graças à sua composição e às suas propriedades 100% naturais, para além de revitalizar o seu corpo. Prefira a variedade de ginseng vermelho, que será mais potente, e se desejar comprá-la online, recorra a farmácias reconhecidas que lhe permitirão evitar fraudes.

Arginina

Este aminoácido é conhecido pelas suas propriedades queimadoras de gordura, mas sabia que é também um excelente afrodisíaco feminino natural, uma vez que ao ajudar o seu corpo a sintetizar o óxido nítrico, irá ajudar a reduzir a secura vaginal e assim atingir o orgasmo mais rapidamente.

Pode encontrá-lo nas farmácias sob a forma de gel lubrificante, o que tornará os seus órgãos sexuais (vagina e clítoris incluídos) muito mais sensíveis. Pode também comprá-lo como um suplemento dietético (em comprimidos, como Solgar ou bolhas para misturar com água) ou encontrá-lo na sua dieta, como em frutos secos, carne, queijo ou ovos.

Maca

A maca é uma planta peruana a ser consumida sob a forma de pó e é conhecida por aumentar o vigor sexual de homens e mulheres. É um excelente remédio contra as rupturas sexuais para estes senhores e um excelente afrodisíaco natural para ambos os sexos. Uma cura de um mês (à razão de uma cápsula por dia no seu café da manhã) permitir-lhe-á recuperar o apetite sexual de uma forma completamente natural e segura para o seu organismo.

LEIA  Como ejacular mais? Como controlar uma maior distância para esguichar o seu esperma

A madeira enfaixada

A madeira cristalizada é outro afrodisíaco que lhe permitirá aumentar o seu desejo sexual, devido, em particular, às suas propriedades vasodilatadoras. Ao dilatar os vasos sanguíneos, facilitará o influxo de sangue às zonas erógenas, tornando-as assim mais sensíveis à estimulação sexual.

Utilizado há centenas de anos nas Caraíbas, pode ser consumido na forma líquida, em sumo de fruta ou mesmo num cocktail.

Chocolate

Se é um grande amante de chocolate, eis outra razão para não amuar no seu prazer, porque além de delicioso, o cacau é um afrodisíaco natural ultra-eficaz. Numerosos estudos demonstraram a sua eficácia, nomeadamente devido ao seu teor em polifenóis, que favorece a circulação sanguínea e, por conseguinte, rega melhor as zonas erógenas e as membranas mucosas da vagina.

No entanto, é consumido o mais puro possível (pelo menos 70% de cacau) para aumentar os seus muitos benefícios no seu apetite sexual, tais como a secreção de endorfinas, hormonas de felicidade que o ajudarão a atingir o orgasmo, e até anandamida, que o ajudará a relaxar. É uma combinação vencedora que lhe permitirá recuperar uma vida sexual mais satisfatória com o seu parceiro.

Especiarias

Algumas especiarias também são conhecidas por impulsionarem a sua libido quando consumidas antes de fazer amor. Quer seja canela, cravinho, açafrão ou, claro, gengibre, o conteúdo da sua cozinha pode ajudá-lo a recuperar o seu apetite sexual. Pode cozinhá-los como estão nas suas refeições, ou infundi-los em água quente para desfrutar dos seus benefícios afrodisíacos naturais.

O açafrão, por exemplo, é conhecido por estimular as suas zonas erógenas e agir como as hormonas sexuais segregadas pelo seu corpo. Alguns terapeutas prescrevem-no mesmo em casos de impotência ou secura vaginal. Mas cuidado para não consumir demasiado, pois em doses elevadas, o açafrão pode causar hilaridade, o que não é certamente o objectivo pretendido debaixo das folhas.

LEIA  Ejaculação prematura: perturbações, causas e possíveis soluções

O curcuma também torna os seus genitais mais sensíveis e permite-lhe ter relações sexuais mais intensas e, sobretudo, mais agradáveis.

A tribo terrena

Vamos terminar este topo dos melhores afrodisíacos femininos com a tribo terrestre, uma planta chinesa que despertaria o seu desejo sexual. Com efeito, ajuda o seu corpo a segregar as hormonas LH (ou luteinizante) e FSH (estimulante do folículo) que estão na origem da sua libido.

Pode encontrá-lo muito facilmente sob a forma de cápsulas ou chás de ervas na sua loja de produtos biológicos, farmácia ou online. Leve-os regularmente para recuperar um apetite sexual mais estável e uma vida íntima mais satisfatória com o seu parceiro.

Cuidado com os produtos milagrosos

Se tem problemas reais de libido, é sensato começar por consultar o seu médico para determinar a causa. Pode estar a tomar pílulas anticoncepcionais que inibem o seu desejo sexual, ou pode estar a sofrer de secura vaginal. No entanto, os problemas de libido estão mais frequentemente ligados a factores psicológicos e, por vezes, requerem apenas uma mudança de rotina com o seu parceiro para reacender a chama.

Se não for este o caso, deve saber que estas plantas (que pode tomar de uma forma mais concentrada nos suplementos alimentares) por vezes não só estimulam o seu desejo, mas também o seu ritmo cardíaco e as funções renais. Podem, portanto, ser perigosas para a sua saúde e devem, portanto, exigir uma dosagem que tenha em conta o seu historial antes de as tomar ocasionalmente ou a longo prazo.

Deve também ter cuidado com a desidroepiandrosterona (DHA), cujos efeitos no organismo ainda não são conhecidos, especialmente para as mulheres. Finalmente, compreenda que temperar as suas refeições com gengibre ou comer mais chocolate não terá um efeito imediato ou miraculoso na sua libido e certamente não afectará os factores psicológicos (como o stress ou a falta de auto-confiança) que podem explicar porque não quer fazer amor.

LEIA  Atrasar a ejaculação: prolongar o prazer por relações sexuais mais longas